Nós, filiados à União Brasileira de Escritores – UBE/RN, reunidos no II Encontro Potiguar de Escritores – II EPE, vimos por meio desta Nota, repudiar a forma descortês com que a Fundação Capitania das Artes – FUNCARTE tratou a escritora Clotilde Tavares, convidada para escrever o texto Auto do Natal 2009. Ao substituí-la sem prévio aviso, demonstrou falta de preparo e respeito no trato com a classe de intelectuais.